Namoro virtual e suas consequencias

E nesse momento, nem sempre vale como o outro realmente é, mas como ele gostaria de ser visto. Tudo pode ser dito. No início, a ausência de certos vínculos tradicionais pode servir como uma vantagem, é menos comprometedor. O certo é que existem histórias românticas que começaram no mundo virtual e que deram muito certo.

E outras aproximações que causaram frustrações ou que colocaram em risco as pessoas envolvidas. Algumas histórias Estudante da rede estadual de ensino, prepara-se para fazer vestibular. Costuma passar boa parte das suas horas vagas em um cybercafe perto de sua casa. Tem medo que ele conheça outra garota, afinal, existe a possibilidade de que isso aconteça, mesmo enquanto conversam.

Através do computador, é claro. Nos encontros reais costumam ir ao cinema ou passear no Shopping.

Conheceu o que parecia ser o grande amor da sua vida em um desses sites de relacionamento. O perfil era do companheiro perfeito, o seu príncipe encantado. Ele mora em Portugal e passaram quase um ano se falando apenas através do computador ou longas ligações telefônicas. Um verdadeiro inferno foi o que ela viveu ao conhecê-lo pessoalmente.

Ele era realmente como dizia ser, mas apenas na aparência, porque o comportamento violento deixou marcas difíceis de esquecer. O sujeito contemporâneo, com o advento dos dispositivos da internet no ciberespaço, passa a ter acesso a mais informações, sejam científicas, políticas, jornalísticas e até pessoais. Nesse sentido, observando que os dispositivos da internet e seus impactos sobre a subjetividade constituem um importante espaço de pesquisa, decidimos trabalhar o tema dos relacionamentos amorosos de adolescentes e a internet.

Para isso, realizaram-se entrevistas em que se perguntou sobre a possibilidade de a internet introduzir novas formas de relacionamento afetivo entre adolescentes. De acordo com Lima et al. Buscamos uma heterogeneidade de cursos para que pudéssemos ter acesso a diferentes perfis de jovens e, assim, possivelmente obter maior variedade de respostas. Buscando realizar o objetivo de investigar os sentidos subjetivos que os entrevistados atribuíam ao uso da internet no espaço das relações amorosas, elaborou-se um roteiro de entrevista contendo as seguintes questões:.

Conte um pouco sobre isso. De que forma? Esses acréscimos, entretanto, foram realizados sem que houvesse grande afastamento do roteiro original. E passaram a ser meio que um todo.

Relacionamentos virtuais podem dar certo? Veja os perigos e vantagens

O namoro virou uma vitrine ". Marco, por sua vez, acredita que as pessoas tendem a publicar apenas experiências felizes. Sennett , p. Assim, o metron , a medida é o eu. Segundo o autor, foi a partir de século XIX, no mundo moderno, que se passou a utilizar a palavra "caso" affair , deixando o amor de ser um fato social para se tornar algo totalmente íntimo.

Navegação principal

Essa mudança do comportamento e da estrutura da personalidade do indivíduo alterou também a maneira de encarar os demais. Os ritos burgueses conservam as suas origens religiosas e mantêm as lembranças da corte, mas sofrem variações segundo as diferenças sociais. Como postula Arendt , p. Estaríamos caminhando para o fim da privacidade no campo amoroso? Ela possibilita tanto o encontro quanto o desencontro amoroso. Dessa maneira, o adolescente pode utilizar o espaço virtual tanto para se aproximar do outro quanto para evitar o encontro corpo a corpo.

Mas de que forma a realidade virtual interfere na experiência amorosa? Na rede, os jovens conhecem pessoas, conversam, compartilham fotos e dados pessoais. Todavia, protegidos pela tela do computador, eles também podem criar diversos personagens, experimentar diferentes papéis e identidades. O acesso à realidade perpassa a fantasia, que opera como um véu, uma tela que se interpõe entre o sujeito e a realidade.

A fantasia é o suporte do desejo e determina as relações que o sujeito estabelece com o mundo e com as outras pessoas. Entretanto, cada sujeito utiliza o espaço virtual de uma maneira própria.

Arquivo do blog

Trata-se, ao mesmo tempo, de uma tela que fecha ao sujeito o acesso ao real e, inversamente, uma tela que abre para o sujeito um ponto de vista sobre o real Naveau, Dessa forma, a fantasia vela e, ao mesmo tempo, aborda o real. O encontro virtual, por sua vez, exclui os corpos. Dividir a felicidade delas com os outros ".

Relacionamentos virtuais são pura fantasia | VEJA SÃO PAULO

Nesse sentido, perguntamos: ao publicar momentos felizes as pessoas buscariam eternizar esses momentos? O que é a realidade? Assim, ao compartilhar uma determinada experiência, o sujeito busca validar essa experiência. A entrevista de Dora ilustra esta ideia:. Aí fica um, um Um negócio estranho. É possível observar na fala dos entrevistados a busca por uma estabilidade, uma constância, uma unidade do sujeito. Mesmo nos relacionamentos virtuais, o sujeito se depara com os equívocos e as contradições do discurso que atestam sua inconsistência. Nesse momento em que o sujeito é atravessado pelo real, diante de um encontro faltoso, se desvela aquilo que a fantasia vem velar, a saber, o sujeito castrado, dividido por sua própria incompletude.

Miller a destaca o gozo do olhar na cultura atual.

A desilusão na vida real

Esse modo de gozo centrado no olhar, contudo, foi de sobremaneira intensificado pelas redes sociais virtuais. Ao mesmo tempo, esse eu torna-se também objeto a ser exaltado pelo outro, que também o olha virtualmente 24 horas por dia. Nessa perspectiva, conclui-se que vivemos em uma sociedade escópica, na qual a imagem narcísica é glorificada como o troféu mais precioso a se oferecer ao olhar do outro, na tentativa de garantir a si mesmo seu valor social.

As escolhas amorosas, nesse contexto, também passam a ser mais valorizadas pela aparência do que pelo ser.


  • Como conseguir ter relacionamentos seguros através da internet.
  • O “golpe do namoro virtual”: isso pode estar acontecendo com você!.
  • erros namoro.
  • músicas para término de namoro.

Essa lógica de consumo favorece diretamente o sistema capitalista. O supereu pode, por exemplo, cobrar de alguns o cumprimento minucioso da lei e de outros o descumprimento desta como forma de obrigar cada um a materializar seus modos de gozo. Pode haver, assim, e em muitos casos a experiência parece comprovar isso, a existência de uma confluência entre os imperativos superegoicos e as exigências de consumo e amor perfeito da sociedade de consumidores.

O mercado impõe: Seja melhor que o outro, consuma incessantemente cada vez mais!


  • SITES DE NAMORO: ESTUDO PSICOLУGICO ACERCA DAS CONSEQUКNCIAS DO NAMORO VIRTUAL!
  • imagens de namoro tumblr.
  • lojas de alianças de namoro em fortaleza.
  • Relacionamentos virtuais e seus riscos reais.
  • sinais de que ele nao quer namorar.
  • site de encontros frances.

Demonstre para o outro seu poder! Publique na rede virtual suas imagens de sucesso! Mostre na internet para ser o melhor suas conquistas amorosas, suas viagens e mesmo seu amor perfeito, tudo isso envolto pela felicidade, que também se tornou exigência de mercado. Considerações finais.

Todo relacionamento amoroso é marcado pela falta. Arendt, H. Bardin, L. Lisboa: Edições Bauman, Z. Rio de Janeiro: Zahar. Civiletti, M. O amor pode ser virtual?

admin